quinta-feira, 12 de maio de 2016

A unidade na potência e o poder do bom transformador

Vamos admitir como unidade potente o conjunto de princípios que Deus coloca em marcha, em movimento, e em dado momento, sopra sua essência enchendo-a de vida!

 Assim, neste momento, cada unidade passa de poder latente a poder consciente, podendo deste modo agir em seu meio na medida em que toma conta de sua própria natureza.

 Nenhum destes elementos criados age só, todos formam segundo as leis do criador, unidades existentes, presentes e cientes.
 Esta completude carrega tamanha beleza e força que resolvi chama-la de unidade de Potencia.

 Uma unidade potente não pode criar outra, mas pode através de suas manifestações, transformar-se, adaptar-se e concentrar-se para melhor ser. Pretendo também desenvolver aqui a ideia de qualidade potencial em oposição a ideia de corrente de força. Qualidades potenciais são a base de todo trabalho a ser realizado aqui na terra. Podem ser comparadas por exemplo às habilidades inatas de um indivíduo 
 Quanto mais sutil for a sua manifestação, maior será o potencial Divino em suas qualidades, mais o corpo portador desta potencia silenciará e mais atenta e orientada seguirá sua mente. Por outro lado, quanto maior a força necessária no ceio da terra (unidade potente agindo na matéria) maior será a corrente de força necessária para manter este corpo em movimento. Potencial e corrente de força se alternam para transformar, para atingir um objetivo em nome do bem, em nome do Amor que gerou sua origem.
 Sabemos que em alguns momentos, de nada adiante imprimir força, assim com em outros, somente ela é necessária ao trabalho.

Assim sendo, o potencial aguarda o momento para se desdobrar, e em contato com o meio indutor, converterá suas qualidades em força, que se não utilizada como trabalho útil, lhe será devolvida com contrário sentido.

 Em outras palavras, qualidade e capacidade ou corrente de força, confrontadas com a reação do meio produzem o trabalho necessário e capaz,mas somente sincronia perfeita entre estas manterá este trabalho harmonioso. Quem dita isso é a frequência e a coerência. Um meio indutor por exemplo, se opões ao movimento da força pois reage a ela, assim impedindo um desenvolvimento desastroso. Já um meio capacitador, se opõe aos movimentos das qualidades para que elas ascendam até um potencial máximo no seu tempo. Mais uma vez vemos aqui o tempo na perspectiva da frequência.

 Entre todos e no meio de nos esta o elemento transformador, manifestando-se nas suas possibilidades para conciliar disponibilidade e necessidade. Compete a ele converter força em qualidade capaz, assim como o contrário.
 A pureza de intenções é a base do bom transformador, posto que nele não residem força ou corrente, nem qualidade ou potencial que não lhe pertença.
Qualquer unidade potente pode atuar como elemento transformador, mantendo-se consciente das suas potencialidades e forças, mas orientado exclusivamente para o bem e o que é bom.
 O bom transformador não altera a unidade da potencia que pretende transformar, pois isso significaria absorver ou criar na sua própria medida. A natureza tem exemplos magníficos do bom transformador.

 Olhemos o ciclo da água como potencia na natureza (toda a água do planeta sendo=1), suas mudanças de estado, qualidades potenciais e forças em cada um deles. A água como unidade de potencia é transformada pelo meio onde ela esta na medida da disponibilidade e necessidade do momento, sem que se perca ou se crie nada. Alterar o meio como o homem regularmente faz em discordância com a natureza primordial não altera a unidade, mas causa indisponibilidade e desnecessidade em alguns locais, que como bem sabemos transtorna a vida. Concluímos neste exemplo que o bom transformador age num meio de acordo com a natureza primordial.

 Para pensar: No universo humano, o bom transformador adapta-se e produz em si próprio as modificações necessárias para melhor servir, ou, vir a ser. O bom transformador tem uma profunda consciência do que pretende.

 O bom transformador é amoroso e adaptativo!

domingo, 24 de novembro de 2013

Ainda que...

Ainda que incompleto
Não sera imperfeito...

Ainda que difícil
Não sera
impossível...

Ainda que sozinho.
Solitário...
Não permanecerá!

Pois nascido esta.
Existindo é.
Consciente..sempre será...



Imagem: De hoje
Autor: Dino c.
Music: Hemstock & Jennings - Mirage



sexta-feira, 28 de junho de 2013

Semente

hoje...
...mais que ontem

Não basta ser somente
É preciso ser semente! 


Imagem: Internet
Autor:Desconhecido

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Reflexões sobre o mesmo tema




Macacos existem!

Provas há sobre eles
Montes de evidencias sob seus passos
Macacos inteligentes
Pacientes!
Treinados macacos são
Perfeitos...
Milhões de usos fazem deles.
Macacos pulam, gritam e quebram
Galhos macacos erram
Caem, machucam
Os rabos macacos enrolam
Competem horas por macaquices
Pisam nas próprias bananas
Bananas! São...
Sempre perigosas!
Uns tapam os olhos dos outros
Enquanto estes fecham os ouvidos dos seguintes
Que por sua fez tapam a boca do próximo...
Quanta competência.
O que será do planeta com tanta eficiência?
Por certo acabará em selva
Ou tudo virará um mico
Difícil de dizer!
Macacos não me mordam
Não sou de comer!


Imagem: Internet
Autor: Desconhecido

domingo, 2 de junho de 2013

Lembranças de vida!

Complexa é a vida, simples é viver!

Do nosso ponto... 
...ela Passou, foi para nós...
De todos levou um pouco
Fez-nos mais fortes
Deixou-nos a sós!

Cumpriu seu destino
Não teve medo
Nenhum medo...
Nem olhou para trás
Num ato de vida
Cumpriu-a em paz

Complexa é a morte, simples é morrer
Não se sabe bem o valor da vida
Até compartilhar uma partida
No muito que ela quer dizer!




Foto: Malu
Em homenagem à sua passagem
31/05/2013

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Pai Eterno

Fecha teus olhos
Obre teus braços!
Quanto tempo não fazes isso
Nestes ares sem passado...

Respira
Contempla, desvela
Retem um momento
Momento...momento...

Repita: Pai...(faça uma pausa, respire...) Pai...sinta o eco...Pai.........Pai!
Que saudades tenho de ti
Quão infinitos são meus pensamentos quando estamos em comunhão.
Como é belo e harmonioso meu Universo em teus versos...

Eis-me aqui presente.
Pai, sou eu
Pai, és tu!
Para SEMPRE!